03 abril, 2011

ARCHIMEDE - Rock Francês (Rock Français)







       Enquanto professor, sempre busquei alguma novidade do mundo francófono para levar aos alunos, sobretudo na parte cultural. Muitos deles já tinham se cansado com as grandes referências do passado como Charles Aznavour e Edith Piaf, queriam coisas novas. Encontrei muita coisa, mas nem sempre com uma boa qualidade. Enfim, encontrei algo que realmente me agradou, a banda francesa Archimède da região Pays de la Loire. Com uma roupagem pop, eles resgatam alguns elementos de rock do passado, mas com um ar bem francês, e até exagerado, visto que há uma dificuldade exacerbada em compreender algumas de suas canções devido ao número muito grande de linguagem familiar, regional e gírias urbanas.
        Fiz uma tentativa de tradução de uma música que gostei muito deles chamada "Vilaine Canaille". O vídeo é sensacional, sendo feito com capas de disco de vinil de grandes nomes da música do passado. Posto o vídeo e também a letra da música com a tradução. Espero que gostem!



ARCHIMÈDE – VILAINE CANAILLE

Ton groupe de rock a la cote
On applaudit des dix doigts
Ton attitude à la noix
Gare aux ampoules

Tu prends des poses affectées 
Dans des gares désaffectées
Même tes vieux s'en effraient
Gare aux embrouilles

Et pourtant
Tes foulards tu les chipes à maman
Ton cuir et tes bottes
C'est ton père qui les portait dans le temps
Quant au futal
C'est ta p'tite qui l'avait reper' aux Halles
Avant toi 

Vilaine canaille
Rend lui son slim
C'est pas ta taille
Déjà qu'elle est jalouse
Des clins d'œil que tu distribues aux fans
Quand tu roucoules
Le Tout-Paris se pâme devant toi
Tu lui fais la moue
Lui te le rend sur les couv' de ton choix
C'est une affaire entendue
Quand bien même on n'entend plus
Ton album

Quand tu vas jouer dans la Meuse
En
Mayenne ou dans la Creuse
Tu
donnes du rêve aux vicieuses
Gare à la ch'touille

Puis vient le jour redouté
Carrément précipité
Où tu t'avères démodé
Gare à la rouille

Et pourtant
Ta carrière tu la rêvais dans le temps
Et sur la comète
C'est peu dire que tu tirais des plans
Foin des UV
Dans l'immédiat
Garçon tu t'fais porter pâle
Dans les medias

Vilaine canaille
Tu rends ton tablier
Sa taille était large aux contours
En tout cas beaucoup trop pour tes galas
Même si tu boudes
Le Tout-Paris
Ne peut plus rien pour toi
Voilà qu'il adoube 
Les nouveaux arrivés du Gotha
Il va sans dire que je m'inclus
Dans l'épopée des cocus
De la gloriole









VILÃ CANALHA

Tua banda de rock famosa
Aplaudem verdadeiramente
Tua atitude sem valor
Atenção às bolhas

Você tem poses pretensiosas
Em estações abandonadas
Mesmo tuas velharias te assustam
Atenção aos embaraços

E, no entanto
Teu cachecol você pega da sua mãe
Teu couro e tuas botas
É teu pai que usava no passado
Quanto às calças
É tua pequena que tinha visto nos Halles
Antes de você

Vilã canalha
Devolva pra ele sua magreza
Não é o teu tamanho
Já que ela é ciumenta
Piscadas que você distribui aos fãs
Quando você arrulha
Toda Paris se pasma frente a você
Você lhe faz bico
Ele te devolve sob as ardências de tua escolha
É um negócio inteligente
Quando mesmo assim não se escuta mais
Teu álbum

Quando você vai tocar na Meuse
Em Mayenne ou na Creuse
Você dá sonhos às viciadas
Atenção à gonorréia

Depois vem o temido dia
Realmente precipitado
No qual você se mostra démodé
Cuidado com a ferrugem

E no entanto
Tua carreira, você sonhava com ela no passado
E sobre o cometa
É pouco dizer que você fazia planos
Forragem dos UVs
Imediatamente
Cara você se faz de doente
Na mídia

Vilã canalha
Você devolve teu avental
Seu tamanho era largo nos contornos
Em todo caso muito mais por tuas galas
Mesmo si você se amua
Toda Paris
Não pode nada mais por você
Eis que ele se arma
Às novas chegadas do Gotha
Nem é preciso dizer que me incluo
Na epopéia dos cornos
Da vanglória





Um comentário:

Ana Amélia disse...

Bom Dia Luis! :)

Obrigada pela dica. Eu, como recente aprendiz do idioma Français, gostei bastante. Então, eu estou (re)descobrindo como é complicado aprender uma nova língua. Não lembrava de ter sofrido tanto com o inglês. Estou descobrindo que é sempre bom a gente se colocar no lugar do aluno para partilhar as mesmas experiências. Me sinti muito perdida durante a música. Consegui acompanhar a letra, mas não entendi praticamente nada e tbm não conseguir cantar (peraí, acho q isso é positivo! Huahsa.. brincadeirinha :P) Anyway... merci beaucoup - again. ;)

Bisous et bon week-end. :)